quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

CAMPO DE SANTA CLARA [ III ]

Campo de Santa Clara - (2010) (Palácio Lavradio hoje pertença dos Tribunais Militares) in GOOGLE EARTH
Campo de Santa Clara - (2000) Fotografia de autor não identificado (Antigo Palácio Lavradio hoje Tribunais Militares) in SKYSCRAPERCITY
Campo de Santa Clara - (1945) Foto de André Salgado (Palácio Lavradio no Campo de Santa Clara) in AFML
Campo de Santa Clara - ( 195_?) - Foto de Ferreira da Cunha (Palácio Lavradio, Palácio Sinel de Cordes e Jardim Boto Machado) in AFML
.
(CONTINUAÇÃO)
.
CAMPO DE SANTA CLARA [ III ]
.
«PALÁCIO LAVRADIO»
Muito próximo ao Jardim podemos observar o «PALÁCIO DO CONDE DE AVINTES» ou «PALÁCIO LAVRADIO».
Segundo a tradição, este belo palácio setecentista do «CAMPO DE SANTA CLARA», enquadrado pela «TRAVESSA DAS FLORES» na parte Norte e lateralmente a «TRAVESSA DAS FREIRAS» e «TRAVESSA DO CONDE DE AVINTES», está assente no local em que a Infanta «D. MARIA», filha de «D. MANUEL I», possuía casas de habitação que davam acesso ao célebre «CONVENTO DE SANTA CLARA», que dera o nome a este arrabalde da cidade.
É de facto possível que, pela proximidade do Mosteiro das «CLARISSAS», fosse este o chão daquele antigo paço. Na realidade, o que aparece como provado é que neste sítio existiam desde o século XVI casas na posse de descendentes de «D. FRANCISCO DE ALMEIDA», primeiro Vice-Rei da ÍNDIA.
A um seu descendente «D. LUÍS DE ALMEIDA», Governador da cidade do «RIO DE JANEIRO», recebeu de «D. Afonso VI» em 1664 o título de «CONDE DE AVINTES», nome que se estende à travessa de delimita o Palácio.
Em meados do século XVIII, «D. TOMAZ DE ALMEIDA(1670-1754)» primeiro PATRIARCA DE LISBOA, adquiriu o solar da família ao irmão primogénito e mandou edificar no local um grandioso palácio que, depois de concluído em (1730), ofereceu a um sobrinho, «D. ANTÓNIO DE ALMEIDA SOARES PORTUGAL», 4º Conde de Avintes.
«D. ANTÓNIO DE ALMEIDA», foi Vice-Rei do BRASIL e, em 1758 e o Rei «D. JOSÉ I» concedeu-lhe o título de 1º Marquês do LAVRADIO.
Aquando do terramoto de 1755, este palácio, à semelhança de outros edifícios do «CAMPO DE SANTA CLARA», poucos danos sofreu, tendo continuado a ser habitado pela família até 1874, data em que morre «D. ANTÓNIO DE ALMEIDA(1794-18748º Conde de Avintes e Marquês do LAVRADIO.
O palácio foi adquirido pelo ESTADO em 1875, tendo-o «FONTES PEREIRA DE MELO» destinado a ser utilizado para instalação dos «TRIBUNAIS MILITARES», que hoje ainda lá podemos encontrar.
.
O «PALÁCIO LAVRADIO» construído em meados do século XVIII, apresenta uma imponente fachada virada para o «CAMPO DE SANTA CLARA» e «JARDIM BOTO MACHADO». Dividido verticalmente em três corpos, sendo o central bastante estreito ladeado por pilastras adossadas, terminado por frontão, ornamentado com escudo. No andar nobre deste corpo, vêem-se duas janelas de peito encimadas por áticas semicirculares que enquadram uma porta janela coroada também de ática, que abre para uma varanda ligeiramente saliente, sobreposta ao portal principal. Em cada um dos corpos laterais, destaca-se uma ordem de janelas de sacada sobrepujadas de áticas triangulares.
A rematar o frontão, apresenta-se a estátua da Justiça, representada por uma figura feminina sentada, ostentando a espada e a balança como símbolo, que tal como os outros elementos decorativos, couraças, elmos, escudos, sobrepostos à balaustrada que remata o edifício, são acrescentes tardios, feitos depois da entrada em funcionamento dos «TRIBUNAIS MILITARES».
Interiormente, as obras para a sua rentalibização levaram à alteração de espaços e da decoração, existindo ainda como motivo de interesse o revestimento azulejar de algumas zonas, nomeadamente da entrada e escadaria principal.
.
(CONTINUA)-(PRÓXIMO) - «CAMPO DE SANTA CLARA [ IV ] -PALÁCIO DOS CONDES BARBACENAS (MESSE DE OFICIAIS)»



Enviar um comentário