sábado, 20 de outubro de 2012

RUAS DE LISBOA COM DATAS [ I ]

 Ruas de Lisboa com Datas - ( 2007 ) (Panorama do "Forte de Monsanto" e a "Avenida 24 de Janeiro") in GOOGLE EARTH
 Ruas de Lisboa com Datas - (depois de 1910) foto de Paulo Guedes (Estalebecimento Prisional do Forte de Monsanto", na antiga "RUA 24 DE JANEIRO", lugar onde os revoltosos monárquicos se renderam) (Esta foto abre em tamanho grandein AFML 
 Ruas de Lisboa com Datas - (entre 1898 e 1908) Fotógrafo não identificado (O "Largo de Santa Barbara" nos números 11 e 12, depois "Largo 28 de Janeiro" na freguesia de "S. Jorge de Arroios") ( Esta foto abre em tamanho grande) in AFML
 Ruas de Lisboa com Datas (entre 1898 e 1908) Fotógrafo não identificado "O "Largo de Santa Bárbara" números 14 a 17, depois "LARGO 28 DE JANEIRO" com a particularidade do Estabelecimento da "Relojoaria Silva" ter um relógio público na janela do 1º andar) (Esta foto abre em tamanho grande) in AFML
 Ruas de Lisboa com Datas - (1967) Foto de Armando Serôdio (O "Largo de Santa Bárbara" que durante 24 anos foi o "LARGO 28 DE JANEIRO", depois  em 1937 voltou novamente ao nome primitivo) in AFML
 Ruas de Lisboa com Datas - (1967) Foto de Armando Serôdio (O antigo "Largo 28 de Janeiro" hoje "Largo de Santa Bárbara") in AFML
 Ruas de Lisboa com Datas - (2007) (Panorama do "Largo de Santa Bárbara", antigo "Largo 28 de Janeiro") in GOOGLE EARTH
 Ruas de Lisboa com Datas - (2012) - (O "Largo de Santa Bárbara" antigo "Largo 28 de Janeiro" visto da "Rua dos Anjos") in GOOGLE EARTH
Ruas de Lisboa com Datas - (2012) - (O "Largo de Santa Bárbara" antigo "Largo 28 de Janeiro") in GOOGLE EARTH

- RUAS DE LISBOA COM DATAS [ I ]

«AS DATAS DE JANEIRO NAS RUAS DE LISBOA»

Tem acontecido em LISBOA ao longo do tempo, uma imaginação fértil no que diz respeito à colocação dos topónimos nas suas RUAS. A catalogação das vias pelo povo tem merecido uma grande variedade de tipos, (que só ele conhece o seu significado profundo de cada um).
Na realidade apresentam-se; AVENIDAS, AZINHAGAS, BECOS, BOQUEIRÕES, CALÇADAS, ESCADINHAS, LARGOS, PARADAS, PRAÇAS, REGUEIRÕES, RUAS, TERREIROS, TRAVESSAS e outros mais. Por outro lado, embora nas últimas décadas tenha predominado a atribuição de nomes de pessoas aos arruamentos, a verdade é que não faltam exemplos de letreiros nas esquinas a consagrar as mais variadas realidades, (desde as designações de inspiração religiosa, aos acidentes físicos, às flores e aos géneros alimentares).
Não espanta por isso, que para assinalar feitos históricos ou pelo menos considerados, numa determinada época, tenham os "padrinhos" de algumas das «RUAS DE LISBOA», utilizado as DATAS.

AVENIDA 24 DE JANEIRO
Vamos iniciar pelo mês de JANEIRO e logo nos aparece a «AVENIDA 24 DE JANEIRO» (por sinal bastante comprida), na freguesia de «BENFICA». Começa no "Forte de Monsanto", e termina no "Largo de S. Domingos de Benfica".
Esta artéria aberta junto do "Forte de Monsanto", a sua designação não é oficial, ou seja não existe qualquer deliberação camarária ou edital a consagrar este nome. Sabe-se que ela existe e encontra-se referenciada em vários «ROTEIROS DE LISBOA», embora como: «RUA VINTE E QUATRO DE JANEIRO» (hoje promovida a Avenida).
Significa isto talvez porque nasceu da vontade do popular e assim ficou, em memória do dia «24 DE JANEIRO DE 1919», data em que os revoltosos monárquicos se renderam em MONSANTO, pondo termo a uma efémera tentativa de restauração do regime Monárquico.

«LARGO 28 DE JANEIRO» (actual "LARGO DE SANTA BÁRBARA")
Existiu também mas só por 24 anos, o «LARGO 28 DE JANEIRO». Hoje com o nome de «LARGO DE SANTA BÁRBARA», fica na freguesia dos «ANJOS» e «S. JORGE DE ARROIOS». Encontra-se entre a "Rua Passos Manuel", "Rua de Arroios", "Rua Jacinta Marto", "Rua de Santa Bárbara", "Rua Febo Moniz" e a "Rua dos Anjos".
Esta designação foi uma das muitas da responsabilidade da "I República",  na sua determinação de substituir todos os topónimos que estivessem relacionados com a "IGREJA" ou com a "MONARQUIA". Assim em 18 de Outubro de 1913, foi retirado o nome ao «LARGO DE SANTA BÁRBARA», passando a ser o «LARGO 28 DE JANEIRO».
As razões deste topónimo prende-se com algumas reuniões que os partidários da «REPÚBLICA» terão eventualmente realizado naquele espaço, e dali terem partido em missões de luta.Mas por Edital de 19 de Agosto de 1937, o topónimo do "Largo" voltaria novamente a exibir o nome de «LARGO DE SANTA BÁRBARA», como até à presente data ainda por lá permanece.
E para completar este típico lugar de antanho, o «LARGO DE SANTA BÁRBARA» nos finais do século XIX e primórdio do século XX, podemos ainda espreitar as publicação do amigo «BIC LARANJA», respectivamente em "5 de Novembro de 2007", "6 de Novembro de 2007" e "8 de Novembro de 2007", que nos dará a conhecer um pouco mais desta localidade amplamente ilustrada e analisada pelo grande mestre "Norberto de Araújo".

(CONTINUA) - (PRÓXIMO) - «RUAS DE LISBOA COM DATAS [ II ] - AS DATAS DE ABRIL NAS RUAS DE LISBOA» 


3 comentários:

disse...

Olá,
Deixe-me em primeiro lugar dar-lhe os parabéns pela consistência e enorme empenho que dedica a este blogue. Muitas vezes me socorro das valiosas pistas que ele contém no trabalho que estou a desenvolver.

Só queria ter a certeza que já conhece estes dois mapas. Os mapas conhece-os certamente, mas aqui fica uma forma facilitada de os navegar online.

Filipe Folque 1856-58 (pré porto industrial)
Silva Pinto 1904-1911 (pós porto industrial)

São retirados deste post do blogue Dias Que Voam, penso que o trabalho para os disponibilizar foi de Jorge Lima, co-autor(?) do blogue. Entretanto reparei que tem o blogue na sua lista lateral... mas enfim, podem ter-lhe escapado, o que seria um sacrilégio.

Cumprimentos!

APS disse...

Caro ZÉ
Muito agradecido pelas suas palavras a este blogue, assim como os links dos mapas de Lisboa.
Quanto a Filipe Folque, tenho o livro com os respectivos mapas, mas assim digitalizados é realmente melhor. No que diz respeito a Silva Pinto(1904-1911), conhecia alguns mapas de Lisboa que apareciam na "Google Imagens", embora já tenha usado um quando me referi à "Avenida da Liberdade".
Efectivamente não tinha reparado nos mapas no Blogue "Ruas dos Dias que Voam" (isto passou-se em 2008), nessa altura dava eu os primeiros passos no meu Blogue e tentava descobrir os meandros da NET.
Renovando os meus agradecimentos, disponha se necessitar, despeço-me com amizade.
APS

Gonçalo Cardoso disse...

Boa tarde.
Uma vez que, as freguesias dos Anjos, Estefânia e Pena se vão fundir com a de São Jorge de Arroios, ando a explorar um pouco a história destas zonas. No entanto, não consigo descobrir o que existia antes, onde está actualmente o edifício do Banco de Portugal entre a Almirante Reis e a rua Febo Moniz. Se alguém tiver essa informação, agradecia que partilhasse. Obrigado.