quarta-feira, 28 de novembro de 2012

RUA DO LORETO [ I ]

 Rua do Loreto - (2012) - (O prédio da "Rua do Loreto" onde se instalou o "SALÃO IDEAL" actualmente o "CINE PARAÍSO") in GOOGLE EARTH
 Rua do Loreto - (2012) - (Panorama da "Rua do Loreto" junto da "Praça Luís de Camões") in GOOGLE EARTH
 Rua do Loreto - (2012) - (O início da "Rua do Loreto" virada para a "Praça Luís de Camões") in GOOGLE EARTH
Rua do Loreto - (início do séc. XX) Foto de Alberto Costa Lima ( A "Rua do Loreto" esquina para a "Rua da Emenda"(antiga Travessa do Mel), no 1º andar o "Alfaiate Couto") in AFML


RUA DO LORETO [ I ] 

«A "RUA DO LORETO" E SEUS ANCESTRAIS»

A «RUA DO LORETO» pertence à freguesia da «ENCARNAÇÃO».
Tem o seu início na «PRAÇA LUÍS DE CAMÕES» e termina no «LARGO DO CALHARIZ».
Representava esta artéria o início do caminho que ia das "PORTAS DE SANTA CATARINA" (hoje "LARGO DO CHIADO") a "SANTOS" e "ALCÂNTARA". Com o terramoto de 1755 e a demolição dos "CASEBRES DO LORETO", as chamadas também "Ruínas do Palácio dos Marialvas" e antes da construção da «PRAÇA LUÍS DE CAMÕES», esta via chegava pelo nascente até à «RUA LARGA DE SÃO ROQUE» (hoje RUA DA MISERICÓRDIA).
Existiram várias denominações para esta rua, quem nos conta é "LUIZ PASTOR DE MACEDO" no seu livro "LISBOA DE LÉS A LÉS", ao dizer-nos que já nas "Estatísticas de 1552", de "BRANDÃO" este nome vem mencionado como "RUA DO LORETO". No entanto, em 1565 os sacadores da derrama designavam-na por: "rua direita que vai do Loreto pª. a Calçada do Congro" ( 1 ). O cura da "SÉ", em 1605 designava por: "rua direita fora da porta de Santa Catarina" ( 2 ), e os registos paroquiais da freguesia da "ENCARNAÇÃO" dão-lhe geralmente a denominação simples de "RUA DIREITA", algumas vezes, poucas, a de "RUA DIREITA DO LORETO" e só por acaso «RUA DO LORETO», a não ser em grande parte do século XIX e XX, em que tanto uma como outra das últimas designações citadas, foram as únicas utilizadas. Depois do Terramoto de 1755, ainda lhe atribuíram o nome de "RUA LARGA DO LORETO"( 3 ).
Muito antes do Terramoto, no extremo ocidental da «RUA DO LORETO» e esquinando para a "RUA DAS CHAGAS", levantava-se um grande grande edifício que chegava até à «RUA DA HORTA SECA» onde tinha a serventia principal. Era a «CASA PIA DAS CONVERTIDAS DA CIDADE DE LISBOA» ou «RECOLHIMENTO DE NOSSA SENHORA DA NATIVIDADE DAS CONVERTIDAS», títulos que por si só, dizem o fim moral para o que aquela casa fora fundada.
Diz-nos ainda o olisipógrafo "Luiz Pastor de Macedo" que enquanto estiveram no "LORETO" as convertidas, deram o seu nome a parte da actual «RUA DAS CHAGAS», para onde caía uma das fachadas do edifício do recolhimento. Essa "Rua das Convertidas" que se estendia entre a "Rua da Horta Seca" e a "Rua do Loreto" é citada em 1712 por "Carvalho da Costa" ( 4 ).
Sabe-se que logo a seguir, a oriente do edifício das "Convertidas", existia, antes do Terramoto de 1755, as casas dos "CORDES", sensivelmente onde hoje estão os prédios com os números 41 a 55. A família "CORDES" é proveniente da nobreza Flamenga. O apelido foi introduzido em Portugal no reinado de «D. FILIPE III», através de "João Baptista de Cordes», que se fixou em Lisboa, tendo exercido o cargo de Tesoureiro do Fisco Real. Só no século XIX aparece o apelido que hoje é mais comum identificar, na pessoa do  general: «JOÃO JOSÉ SINEL DE CORDES»(1867-1930).

( 1 ) - Livro do Lançamento, etc., fl, 344-v.

( 2 ) - Reg. da Freg. da Sé, Vol. II, pág. 362.

( 3 ) - Por exemplo: Liv. VI de óbitos, fl. 176 -Encarnação-ano 1790.

( 4 ) - Corogr., Vol. III, pág. 341.

(CONTINUA) - (PRÓXIMO) «RUA DO LORETO [ II ]-O CENTENÁRIO CINEMA DO LORETO ( 1 )»   

2 comentários:

Tiago Cabral disse...

Boa tarde,

E tem este nome porque, deduzo eu, do outro lado do largo de Camões está a Igreja de Nossa Senhora do Loreto, padroeira universal da Aviação. Curiosamente temos em Alcafozes, aldeia do concelho de Idanha-a-Nova, a realização, no último fim de semana de Agosto, dos festejos em honra de Nossa Senhora do Loreto.

APS disse...

Caro Tiago Cabral
Fico contente por se interessar por estas coisas da história de Lisboa.Quanto à origem do nome já tem uns séculos. Primeiro foi LARGO, depois RUA, até lhe chamaram "RUA LARGA DO LORETO". Mas vamos recuar um pouco para nos situamos.
Quando se pensou proteger LISBOA e fazer uma «CERCA FERNANDINA» na cidade, existia uma entrada ou saída chamada "A PORTA FORTIFICADA DE SANTA CATARINA». Construída em 1373-1375, era talvez uma das mais importantes saídas de LISBOA.
Este sítio, onde a PORTA DE SANTA CATARINA assentava, chamou-se da parte de fora, «LARGO DO LORETO», designação que se manteve uns bons anos, e da parte de dentro, «LARGO DA CORDOARIA NOVA», mais tarde «LARGO DAS DUAS IGREJAS», hoje «LARGO DO CHIADO».
Com a demolição da "PORTA", o "LARGO" passou a ser "do LORETO".
O velho "Largo do Loreto" seiscentista era dos mais bizarros quadros de Lisboa.
Ficou muito célebre quando nesse espaço (hoje "Praça Luís de Camões") existiram os "CASEBRES DO LORETO" (ruínas do palacete dos MARIALVAS). Depois de ser construída a «PRAÇA LUÍS DE CAMÕES»
a "RUA DO LORETO" foi encurtada, a rua chegava até onde hoje existe a "Rua da Misericórdia".
Quanto à designação da palavra "LORETO" sabe-se que é Latina e lhe atribuem o significado de "Engraçado" e "Gracioso" (sem confirmação). Sabe-se sim que por toda a América Latina existem lugares com este nome de «LORETO» até nas Filipinas, isto por via de Espanha.
Despeço-me com amizade
APS