quarta-feira, 11 de maio de 2016

RUAS DE LISBOA COM NOMES DE ACTRIZES [ X ]

«A RUA IVONE SILVA ( 4 )
 Rua Ivone Silva - (2015) - ( A "RUA IVONE SILVA" ao fundo o muro e as instalações do "HOSPITAL CURRY CABRAL")  in  GOOGLE EARTH
 Rua Ivone Silva - (2015) - (A "RUA IVONE SILVA" junto do muro dos Caminhos-de-ferro da "linha de Cintura de Lisboa" e a entrada na artéria pela "AVENIDA CINCO DE OUTUBRO")  in  GOOGLE EARTH
 Rua Ivone Silva - (2015) - (A "RUA IVONE SILVA" e a frente do "HOTEL EXECUTIVE ZURIQUE)  in  GOOGLE EARTH
 Rua Ivone Silva ( 1967) Foto MATRIZ NET - Colecção do Museu Nacional do Teatro - (Apoteose da revista "SETE COLINAS", "IVONE SILVA" acompanhada de HELENA TAVARES e ARTUR GARCIA, agradecendo os aplausos no Teatro ABC)  in   FACEBOOK-IVONE SILVA
 Rua Ivone Silva - (1981) - ("IVONE SILVA" envolta em plumas, na Revista "NÃO HÁ NADA P'RA NINGUÉM" representada no TEATRO MARIA VITÓRIA -  Quadro do "MÁXIME", podemos ainda ver sentado ao centro JOEL BRANCO e à esquerda de chapéu rosa NATALINA JOSÉ)   in   FACEBOOK-IVONE SILVA
Rua Ivone Silva - (Finais dos anos oitenta do século XX) - (Placa Toponímica TIPO II - Placa de pedra com letras pretas fixada na fachada da "RUA IVONE SILVA" na freguesia das "AVENIDAS NOVAS")  in  TOPONÍMIA DE LISBOA

(CONTINUAÇÃO)-RUAS DE LISBOA COM NOMES DE ACTRIZES [ X ]

«A RUA IVONE SILVA ( 4 )»

Na fase alta da sua carreira, "IVONE SILVA" torna-se empresária de TEATRO, criando uma Sociedade Artística que continua a trazer sucessos ao TEATRO ABC.  Deste período , são de destacar as rábulas de grande sucesso "A GUERRA SANTA" a rábula "A VIRA VESTIDOS" da Revista "P´RA TRÁS MIJA A BURRA" de (1975), de onde sai a célebre frase "COM UM SIMPLES VESTIDO PRETO, EU NUNCA ME COMPROMETO" e por fim, um dos maiores êxitos de sempre a rábula "OLIVA, OLIVA", onde se dividia entre OLIVA PATROA e OLIVA COSTUREIRA.

Segue-se então a Revista "O BOMBO DA FESTA" (1976) no TEATRO MARIA VITÓRIA; "Ó DA GUARDA" (1977) no ABC, onde após umas semanas "IVONE SILVA" teve de abandonar o elenco, sendo substituída por ANABELA. "ALDEIA DA ROUPA SUJA" (1979) no VARIEDADES esta Revista contou no elenco com CAMILO DE OLIVEIRA e NICOLAU BREYNER, no entanto, não sendo um grande sucesso, ficou pouco tempo em cena. "IVONE SILVA" já restabelecida, entra então na Revista "OH Ó PATEGO, OLH´Ó BALÃO" (1979) no TEATRO MARIA MATOS, onde substitui RITA RIBEIRO, e entra depois na Revista "NÃO HÁ NADA PARA NINGUÉM" (1981) no MARIA VITÓRIA, "SEM REI NEM ROCK" (1982), no MARIA VITÓRIA. Segue-se uma comédia musical "EU DESÇO NA PRÓXIMA E VOCÊ" considerado o maior fracasso da sua carreira.

A seguir vem um grande sucesso de Revista, de nome "NÃO BATAM MAIS NO ZÉZINHO" que contou com nomes como "EUGÉNIO SALVADOR", "HENRIQUE SANTANA" e "MARINA MOTA".Este sucesso esteve em cena durante 14 meses, com 13 sessões semanais. "IVONE SILVA" entra na Revista "ISTO É MARIA VITÓRIA" (1986), no TEATRO MARIA MATOS, onde se estreia também a encenar, recebendo enormes ovações no número "UM DRAMA NO TEATRO DA ALEGRIA",  em homenagem ao MARIA VITÓRIA. É nesta Revista que "IVONE SILVA" nota os primeiros sintomas da sua doença, retirando-se para posteriormente produzir ao lado de CAMILO DE OLIVEIRA uma nova Revista no TEATRO LAURA ALVES, a primeira revista do ano a estrear: "CÁ ESTÃO ELES!" (1987) Teatro LAURA ALVES.
Aqui "IVONE SILVA" passou grandes dificuldades em termos de saúde, provando simultaneamente a enorme força do seu amor ao teatro, pois chegou a estar em palco ajoelhada devido às dores, mas sem nunca abandonar a cena, por amor a esta arte e um extraordinário respeito ao público. Foi então internada no IPO, tendo mesmo deixado o elenco e sendo substituída por sua vontade.
"CÁ ESTÃO ELES!" é uma nova COMPANHIA DE ACTORES disposta a marcar um lugar no Teatro ligeiro. "CÁ ESTÃO ELES!", são os dois actores que resolveram ser também produtores. Qualquer que seja o significado do nome, "CÁ ESTÃO ELES!" era uma nova Revista do Teatro LAURA ALVES ( na RUA DA PALMA) e a última de "IVONE SILVA". Com texto de CÉSAR DE OLIVEIRA e VASCO SILVA, a música de THILO KRASMANN, a encenação e Direcção de actores pertencia a "IVONE SILVA", no Elenco: CAMILO DE OLIVEIRA, IVONE SILVA, MARIA ARMANDA (atracção Nacional), DULCE GUIMARÃES, LUÍS MASCARENHAS, LUÍS ALEILUIA e mais nove nomes.
Já doente, "IVONE SILVA" forma esta Companhia, estreia no início de MARÇO, três meses depois, adoece, manda chamar "LUISA BARBOSA", era seu desejo que esta Companhia não parasse, é internada gravemente, recupera, mas já não regressa ao elenco, acabando por falecer em Novembro de 1987.
Os papeis desta revista são assumidos pelos residentes e pouco tempo depois abandona também o elenco MARIA ARMANDA, assumindo os fados a actriz/cantora DULCE GUIMARÃES.
Dizem as críticas que esta revista foi considerada uma das melhores revistas que o TEATRO LAURA ALVES teve em cena.
Ainda hoje "IVONE SILVA" é recordada por centenas de portugueses.

(CONTINUA)-(PRÓXIMO)«RUAS DE LISBOA COM NOMES DE ACTRIZES[ XI]-A RUA IRENE ISIDRO ( 1 )».
Enviar um comentário