quarta-feira, 6 de julho de 2016

RUA DE SANTOS-O-VELHO [ I ]

«A "RUA DE SANTOS-O-VELHO" E SEU ENQUADRAMENTO»
 Rua de Santos-o-Velho- (finais do séc. XIX) Foto de José Artur Leitão - (A "IGREJA DE SANTOS-O-VELHO", é já uma reedificação de D. Sebastião. Entre 1876 e finais do século XIX é novamente reconstituída. Gravura de Madeira, desenho de Barbosa Lima e gravura de Pedrozo) (Abre em tamanho grande)  in   AML
 Rua de Santos-o-Velho - ( 1856-1858 de Filipe Folque) - ( A "RUA DE SANTOS-O-VELHO" que nesta época tinha denominação de "CALÇADA")  in  ATLAS DA CARTA TOPOGRÁFICA DE LISBOA
 Rua de Santos-o-Velho - (2004) - (Painel de Azulejos representando a vista de Lisboa com cerca de 23 metros de comprimento, apresenta uma imensa imagem panorâmica da Capital, entre o lugar mais Ocidental de Lisboa, ao Convento de Santa Maria de Jesus de Xabregas mais a Oriente) (Imagem geral da zona de Santos no painel)  in   LISBOA ANTES DO TERRAMOTO
 Rua de Santos-o-Velho - (2016) - (Panorâmica do sítio de SANTOS onde se insere a "RUA DE SANTOS-O-VELHO")  in  GOOGLE EARTH
 Rua de Santos-o-Velho - (2016) - (O conjunto da "Igreja de Santos-o-Velho" visto de cima, notando-se o acrescento da Capela-Mor)  in  GOOGLE EARTH

- RUA DE SANTOS-O-VELHO [ I ]

«A RUA DE SANTOS-O-VELHO E SEU ENQUADRAMENTO»

A «RUA DE SANTOS-O-VELHO» pertencia à freguesia de "SANTOS-O-VELHO" que juntamente com a freguesia da "LAPA" e dos "PRAZERES", passaram a designar-se por freguesia da «ESTRELA», de acordo com a REFORMA ADMINISTRATIVA DE LISBOA DE 2012.
Começa na "CALÇADA MARQUÊS DE ABRANTES", 121 e finaliza na "RUA DAS JANELAS VERDES" no número dois.  Tem convergente do seu lado direito a "TRAVESSA DE SANTOS" que faz a ligação com a antiga "RUA DO GUARDA-MOR". Ficam-lhe muito próximo a "RUA DE SÃO JOÃO DA MATA", RUA DAS TRINAS, CALÇADA RIBEIRO SANTOS (que ladeiam os muros dos jardins) e a "RUA DA ESPERANÇA".
Esta "RUA DE SANTOS-O-VELHO" era uma passagem  vinda da "RUA DA ESPERANÇA", fazendo parte da chamada " HORTA NAVIA" (nome de uma divindade após ocupação Romana), era o caminho percorrido entre as "PORTAS DE SANTA CATARINA"(CHIADO) e "BELÉM". Descendo a "CALÇADA DO COMBRO" seguia a "RUA DO POÇO DOS NEGROS" passava por "SANTOS" ( a nossa RUA DE SANTOS-O-VELHO), segue para "ALCÂNTARA atravessando a sua ponte com destino a "BELÉM". (Poderá ver mais aqui...)
Em 1551 este sítio pertencia à freguesia de "NOSSA SENHORA DOS MÁRTIRES" ( 1 ), a freguesia de "SANTOS-O-VELHO" foi destacada da freguesia dos "MÁRTIRES" no ano de 1566  ( 2 ).
No século XIX por EDITAL MUNICIPAL de 22.08.1881, conjuntamente com outras artérias, foi retirada a palavra "DIREITA", quando "ROSA ARAÚJO" ainda era Presidente da Edilidade.
Na "GRANDE VISTA DE LISBOA" uma produção de LISBOA, entre 1700 e 1725 representa um painel de azulejos em faiança azul e branca, encontrando-se actualmente no "MUSEU NACIONAL DO AZULEJO" em (XABREGAS). Nele podemos observar a largura da artéria, a "IGREJA DE SANTOS-O-VELHO", o "PAÇO DOS DUQUES DE AVEIRO", depois dos "MARQUESES DE ABRANTES".

Ao   passarmos   pela   "RUA DE SANTOS-O-VELHO",      (que não é muito extensa) nota imediatamente quem a percorra,   que por ali se erguem dois    importantes edifícios e que tudo o resto, à sombra deles, terá eventualmente nascido.
A IGREJA PAROQUIAL e um prédio anexo, onde se instalou por aluguer o "CONDE ARMAND" em 1870 em representação da FRANÇA, dominaram de facto o local em absoluto e são emblema não só daquele arruamento como de toda a antiga freguesia.

Ora, este edifício é das casas que, em LISBOA, mais história têm para contar, tantos e tão longos têm sido os aproveitamentos feitos do sítio. Bastará lembrar, a traços largos, que ali foi  "RECOLHIMENTO",  "PAÇO REAL" e "CASA DE PARTICULARES" encontrando-se nos dias de hoje  finalmente, uma representação Diplomática. Assim,  o melhor será ir ao começo das coisas, embora se fale apenas do início da nacionalidade.

- ( 1 ) - LISBOA EM 1551-SÚMARIO de Cristóvão Rodrigues Oliveira, pág 27.

- ( 2 ) - AS FREGUESIAS DE LISBOA de AUGUSTO VIEIRA DA SILVA - 1945- CML-Pág.              16 e 30.


(CONTINUA)-(PRÓXIMO)«RUA SANTOS-O-VELHO [ II ] DA PRIMITIVA IGREJA À SAÍDA DAS COMENDADEIRAS DO SÍTIO DE SANTOS».
Enviar um comentário