quarta-feira, 21 de março de 2018

LARGO DA ROSA [ I ]

«A IGREJA DE SÃO LOURENÇO ( 1 )
 Largo da Rosa  -  2018  - (Desenho adaptado ao Mapa I da Cerca Fernandina de Lisboa de A. Vieira da Silva - 1987) LEGENDA1) LARGO DA ROSA - 2)MOSTEIRO DE NOSSA SENHORA DA ROSA3)IGREJA DE SÃO LOURENÇO 4) PALÁCIO DA ROSA - (QUE EM VÁRIAS ÉPOCAS, PERTENCERAM AOS VISCONDES DE VILA NOVA DE CERVEIRA; MARQUESES DE PONTE DE LIMA E MARQUESES DE CASTELO MELHOR)  - 5) A CASA QUE FOI MORADA DE AFONSO LOPES VIEIRA - (COM INDICAÇÃO DE: "FOREIRO DO CONVENTO DE SANTA JOANA")  6) JARDINSin   ARQUIVO/APS
 Largo da Rosa  -  (2009)  -  (Panorâmica de uma parte da Freguesia de "SANTA MARIA MAIOR" onde se insere o "LARGO DA ROSA"  in   GOOGLE EARTH
 Largo da Rosa - (  19.03.2014 ) - Foto do Jornal de Notícias  -  (IGREJA DE SÃO LOURENÇO junto do PALÁCIO ROSA)   in   HISTÓRIA DE PORTUGAL
 Largo da Rosa  - (195_) - Foto de Eduardo Portugal - (Porta lateral da IGREJA DE SÃO LOURENÇO, tendo a sua fachada lateral alinhada com o "PALÁCIO DA ROSA")  (ABRE EM TAMANHO GRANDE)   in    AML 
 Largo da Rosa -  (1968 ) Foto de Armando Maia Serôdio  -  (Imagem de NOSSA SENHORA DO PARTO na IGREJA DE SÃO LOURENÇO, junto do PALÁCIO ROSA)   in   AML 
Largo da Rosa  -  (1970 ) Foto de João Hermes Cordeiro Goulart  -  (Fachada lateral da "IGREJA DE SÃO LOURENÇO")   in    AML  


INÍCIO - LARGO DA ROSA [ I ]

«A IGREJA DE SÃO LOURENÇO ( 1 )»

O "LARGO DA ROSA" pertencia as antigas Freguesias do SOCORRO, S. CRISTÓVÃO e SÃO LOURENÇO, hoje  pela REFORMA ADMINISTRATIVA DE LISBOA DE 2012, passou a fazer parte da freguesia de "SANTA MARIA MAIOR".
São convergentes a este "LARGO" a "RUA DO MARQUÊS DE PONTE DE LIMA", "RUA DAS FARINHAS"   as "ESCADINHAS DA COSTA DO CASTELO" e ainda ligação por escadas para a "CALÇADA DE SÃO LOURENÇO".
A esta "MOURARIA" «aristocrática» em que as casas de habitação de gente comum dão lugar a palácios e templos - merece óbvio destaque o "LARGO DA ROSA" e suas imediações.  Ali se erguem, numa superfície relativamente pequena, a "IGREJA", outrora paroquial de "SÃO LOURENÇO" o "PALÁCIO DA ROSA", os edifícios que faziam parte do antigo "MOSTEIRO DE NOSSA SENHORA DA ROSA" (hoje desaparecido) e um singelo monumento em honra de um dos habitantes ilustres do local, o poeta "AFONSO LOPES VIEIRA".

A primitiva IGREJA foi fundada no século XIII por iniciativa de "PEDRO NOGUEIRA", médico do REI DOM DINIS, cuja Administração do "MORGADO" veio a pertencer aos VISCONDES DE VILA NOVA DA CERVEIRA, depois "MARQUESES DE PONTE DE LIMA" que por ligação matrimonial, os terrenos passaram a pertencer aos "CONDES E MARQUESES DE CASTELO MELHOR".
A reedificação da "IGREJA", aconteceu várias vezes.  O sismo que atingiu LISBOA em 1531 causou-lhe grandes estragos e,  a partir do século XVII procedeu-se à construção do "PALÁCIO DA ROSA", que se desenvolveu em articulação com a "IGREJA DE SÃO LOURENÇO". Com o TERRAMOTO DE 1755 voltou a sofrer grande destruição no edifício, que implicou novamente obras de reedificação. Em 1761 já se encontravam nove altares edificados e o estabelecimento de duas Irmandades. 
"IGREJA" de frontaria simples com uma torre sineira, a sua fachada lateral encontra-se no alimento do frontispício do "PALÁCIO DA ROSA", a que se encosta, nela se lendo, na lápide que está sobre a porta de acesso à sacristia: "MANDADA REEDIFICAR NO ANO DE 1904 PELO MARQUÊS DE CASTELO MELHOR VISCONDE DE VÁRZEA JUIZ PERPÉTUO DA IRMANDADE DO SANTÍSSIMO".
Esta "IGREJA" anterior a 1867 possuía um adro para o qual se subia por uma pequena escadaria, uma "TORRE" com duas caixas sineiras no ângulo sobre o LARGO e tinha como hoje, uma lápide antiga na fachada datada de 1587.
A mesma singeleza caracteriza interiormente o Templo, revestido de altos silhares de azulejos setecentistas, com painéis que representam passos da vida de "SÃO LOURENÇO", devendo a pintura do tecto datada de 1867.
Dois únicos túmulos, com inscrições nos degraus do ALTAR-MOR, sendo o esquerdo o de "ESTÊVÃO DE BRITO NOGUEIRA" cujo epitáfio alude na parte final. "LUÍS DE BRITO NOGUEIRA"  PAI DESTE "ESTÊVÃO DE BRITO", ESTÁ SEPULTADO NO MOSTEIRO DA ROSA DESTA CIDADE".
Na parede do mesmo lado, no corpo da "IGREJA", rasga-se a elegante tribuna que servia o "PALÁCIO DA ROSA". Na parede oposta guarda-se em nicho uma escultura de pedra de "NOSSA SENHORA DO PARTO", policromada, talvez do século XVI, conservando-se na sacristia uma excelente imagem de vulto, setecentista, estufada e policromada, de "NOSSA SENHORA DA PUREZA" (para ali transferida do "PALÁCIO FOZ" no início de novecentos).

(CONTINUA)-(PRÓXIMO)«LARGO DA ROSA[ II ]-A IGREJA DE SÃO LOURENÇO ( 2 )»   
Enviar um comentário