sábado, 18 de agosto de 2018

RUAS DE LISBOA COM NOMES DE REIS E INFANTES DE PORTUGAL [ VII ]

«AVENIDA DOM JOÃO II e a PRAÇA DO PRÍNCIPE PERFEITO»
 Avenida Dom João II - (2000) - foto de Luís Pavão  -  Torre de São Gabriel em construção, e Avenida Dom João II, no Parque das Nações)    in     AML 
 Avenida Dom João II  - (2002) -Foto de Andrés Lejona  - Entrada da Estação do Oriente e Avenida Dom João II, no PARQUE DAS NAÇÕES) (ABRE EM TAMANHO GRANDE in   AML 
 Praça do Príncipe Perfeito - (2007) Foto de Sérgio Dias  - (A "PRAÇA DO PRÍNCIPE PERFEITO" no PARQUE DAS NAÇÕES, início da AVENIDA DOM JOÃO II)  ( ABRE EM TAMANHO RAZOÁVEL)   in  TOPONÍMIA DE LISBOA
 Avenida Dom João II  -  (2017)  Foto de Sérgio Dias  -   (AVENIDA DOM JOÃO II no sentido Norte, na Freguesia do PARQUE DAS NAÇÕES)  in    TOPONÍMIA DE LISBOA
 Avenida Dom João II - (Época Quinhentista)- "Escola de Pintura Portuguesa " - (Dom João II, foi o 13.º REI de PORTUGAL e 4.º da SEGUNDA DINASTIA; reinou de 1481 a 1495)   in  WIKIPÉDIA
Avenida Dom João II - (09.09.1998) foto de Abílio Leitão - (Vista aérea do Recinto da EXPOR/98, tendo em primeiro plano a "AVENIDA DOM JOÃO II" e a "ALAMEDA DOS OCEANOS") (ABRE EM TAMANHO GRANDE)    in     AML 

(CONTINUAÇÃO)- RUAS DE LISBOA COM NOMES DE REIS E INFANTES DE PORTUGAL [ VII ]

«AVENIDA DOM JOÃO II E A  PRAÇA DO PRÍNCIPE PERFEITO»

A «AVENIDA DOM JOÃO II" e a "PRAÇA DO PRÍNCIPE PERFEITO" como "ao fim e ao cabo" é o Cognome de DOM JOÃO II, estão presentes com o seu Topónimo no "PARQUE DAS NAÇÕES".
A "EXPOSIÇÃO MUNDIAL DE LISBOA DE 1998" foi para nós portugueses um privilégio e uma honra em acolher e organizar a última exposição MUNDIAL, do SÉCULO e do MILÉNIO.
Esta exposição tinha como tema principal "OS OCEANOS - UM PATRIMÓNIO PARA O FUTURO". A localização da EXPOR/98, veio modernizar infraestruturas várias de saneamento, reabilitação do solo, criando novas residências no futuro, revitalizando as áreas ribeirinhas promovendo novos parques e jardins devolvendo ao povo uma parte de "LISBOA INDUSTRIAL", antiga e degradada, no agora chamado "PARQUE DAS NAÇÕES", veio introduzir na parte toponímica, normas ligados a grandes homens que estiveram envolvidos com os «DESCOBRIMENTOS PORTUGUESES» ( e seus governantes), em séculos passados, bem como muitos nomes relacionados com os OCEANOS, das ESPECIARIAS, que transportavam para LISBOA.
A "AVENIDA DOM JOÃO II" (sendo a avenida mais comprida nesta freguesia) tem o seu início na "PRAÇA DO PRÍNCIPE PERFEITO" (Cognome deste REI),  e vem desembocar na "VIA DO ORIENTE". Esta AVENIDA composta por 4 ROTUNDAS, é atravessada por 10 artérias e são-lhe convergentes pelo lado "direito seis".
Com a requalificação urbana resultante da "EXPOR/98", a CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA, por EDITAL de 16 de Setembro de 2009 oficializou os topónimos  escolhidos pela organização do evento, que tinham representado as artérias durante o decorrer da "EXPOR/98" assim como se tornaram território administrativo do CONCELHO DE LISBOA, dando também o nome a uma FREGUESIA nova, que seria oficializada em 2012 como freguesia do «PARQUE DAS NAÇÕES».
--//--
"DOM JOÃO II" nasceu em LISBOA (Paço das Alcáçovas) a 3 de Março de 1455 e faleceu em ALVOR a 25 de Outubro de 1495, filho de "DOM AFONSO V" de Portugal e de sua mulher DONA ISABEL, reinou de 1481 a 1495, tendo ficado conhecido na história pelo nome de "PRÍNCIPE PERFEITO". Em 1471 casou com sua prima direita "DONA LEONOR DE VISEU".
Foi regente do Reino durante as ausências de seu pai, quer  durante as conquistas por este feitas no NORTE DE ÁFRICA, quer durante as lutas que o "REI AFRICANO" travou para que sua sobrinha "DONA JOANA" ( a BELTRANEJA) ocupasse o trono de CASTELA ( o que não conseguiu). Esteve com DOM AFONSO V na conquista de ARZILA, em 1471, e também participou na batalha do TORO, em 1746. Ausente por largo tempo, na corte de LUÍS XI de FRANÇA, deixou DOM AFONSO V o governo de PORTUGAL entregue a seu filho. E, em 27 de Setembro de 1477, por expresso desejo de DOM AFONSO V de abdicar  desencantado, para se refugiar na RELIGIÃO, é aclamado REI, em SANTARÉM, DOM JOÃO II. Entretanto DOM AFONSO V regressa pouco tempo depois e o filho devolveu-lhe a coroa, embora "de facto". continuasse a governar o PAÍS, dedicando-lhe muito tempo especialmente à ORIENTAÇÃO DOS DESCOBRIMENTOS, com um sentido moderno da HISTÓRIA e da POLÍTICA. Protege as rotas marítimas , cria o "mare clausum" para impedir que estranhos se abeirassem das COSTAS DO GOLFO DA GUINÉ.
Pelo "TRATADO DE TOLEDO", firmado em 1480, divide o ATLÂNTICO com a ESPANHA, pelo paralelo das CANÁRIAS. Já REI de direito, após a morte de DOM AFONSO V ocorrida em 1481. Sem despotismo mas com firmeza, DOM JOÃO II afirma o "PODER REAL", face à abusiva prepotência de certas famílias nobres. Segue, pois, uma política de centralização do poder.
Quando COLOMBO chegou à AMÉRICA, logo DOM JOÃO II se preparou para, com uma frota comandada por DOM FRANCISCO DE ALMEIDA, fazer valer os direitos que a PORTUGAL advinham da celebração, em 1480, do já referido TRATADO DE TOLEDO. Os REIS CATÓLICOS entraram em negociações com o REI DE PORTUGAL, as quais conduziram ao célebre "TRATADO DAS TORDESILHAS", pelo qual se dividiu a TERRA em dois hemisférios - um de influência PORTUGUESA e outro de preponderância ESPANHOLA. Existiram autores que admitiram que DOM JOÃO II morreu possivelmente envenenado.

(CONTINUA)-(PRÓXIMO)«RUAS DE LISBOA COM NOMES DE REIS E INFANTES DE PORTUGAL [ VIII ]-DOM PEDRO IV(ROSSIO)( 1 )». 
Enviar um comentário