quarta-feira, 28 de novembro de 2018

RUAS COM NOMES DE JORNALISTAS (5.ª SÉRIE) [ XVI ]

«RUA MANUEL FERREIRA DE ANDRADE»
 Rua Manuel Ferreira de Andrade - ( 2015) - Foto de Sérgio Dias  -  (Um troço da "RUA MANUEL FERREIRA DE ANDRADE" na freguesia de São Domingos de Benfica)  in  TOPONÍMIA DE LISBOA
 Rua Manuel Ferreira de Andrade - (2015)  -  (Mapa da Localização da "RUA MANUEL FERREIRA DE ANDRADE" na freguesia de "SÃO DOMINGOS DE BENFICA")  in  TOPONÍMIA DE LISBOA
 Rua Manuel Ferreira de Andrade - (2015) - Foto de Sérgio Dias  -  (Manuel F. de Andrade, grande olisipógrafo. escritor e jornalista tem o seu nome ligado à Freguesia de S.´Domingos de Benfica com uma placa toponímica tipo IV)  in   TOPONÍMIA DE LISBOA

Rua Manuel Ferreira de Andrade - (2000)  -   (Um troço da "RUA MANUEL FERREIRA DE ANDRADE" na freguesia de São Domingos de Benfica)   in   Jornal "A CAPITAL"  


(CONTINUAÇÃO)- RUAS COM NOMES DE JORNALISTAS (5.ª SÉRIE) [ XVI ]

«RUA MANUEL FERREIRA DE ANDRADE»

Por EDITAL de 5 de Janeiro de 1971 a CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA atribuiu o nome de "MANUEL FERREIRA DE ANDRADE" a um arruamento que existia na zona do PLANO DE URBANIZAÇÃO A SUL da AVENIDA MARECHAL CARMONA. Tem o seu início na RUA ALFREDO GUISADO e termina na RUA PROFESSOR REINALDO DOS SANTOS na freguesia de "SÃO DOMINGOS DE BENFICA".
Este jornalista (irmão de ÁLVARO DE ANDRADE) - de quem já falámos - repartiu-se por várias actividades, mas sempre colaborou colaborou em várias publicações.
"MANUEL FERREIRA DE ANDRADE" nasceu em LISBOA a 07 de Outubro de 1910 e faleceu igualmente em LISBOA em 1970.
Todos nós conheceríamos de forma deficiente algumas freguesias de LISBOA, se não existissem os trabalhos deste estudioso. Ou teríamos pelo menos, de partir quase do zero. "SÃO CRISTÓVÃO" e "SÃO TIAGO" foram, de facto, passadas a crivo na sua história e na sua evolução por "FERREIRA DE ANDRADE", dando azo a quatro volumes profusamente ilustrados . Obras rigorosas, fruto de investigação aturada, são hoje indispensáveis a qualquer estudioso ou simplesmente interessado das coisas alfacinhas, sobretudo zonas da cidade primitiva.

Nascido praticamente com a REPÚBLICA, este alfacinha frequentou o "LICEU GIL VICENTE" e cedo se começou a interessar especialmente pela vida da sua terra. Foi, por isso, a dada altura, o "secretário da presidência da Câmara Municipal", escolhido pelo conhecimento que tinha da cidade.
Até ao fim da sua vida (que chegou cedo, quando contava 60 anos), não parou de investigar e escrever sobre LISBOA. Assim, além das obras sobre as duas freguesias citadas, devem-se-lhe ainda "CASAS FOREIRAS À IGREJA DE SÃO CRISTÓVÃO"(1945). «"O SENADO DA CÂMARA E A GUERRA CIVIL" 1820-1834» e (1943-1945), "O ARQUIVO HISTÓRICO DA CIDADE E O CASTELO DE SÃO JORGE"(1947), "OS PAÇOS DE XABREGAS"(1948-1949), «OS PAÇOS DE SANTO ELÓI e os PAÇOS DE SÃO BARTOLOMEU" (1949-1950), «A MOURARIA - O PALÁCIO DA ROSA» e os "TEMPLOS DE SÃO LOURENÇO e do COLEGINHO"(1950), "ESTA LISBOA DAS SETE COLINAS" (1951), "DA LISBOA DE QUINHENTOS À LISBOA DA RESTAURAÇÃO"(1954), "LEMBRANÇAS DE NORBERTO DE ARAÚJO" (1956), "TRÊS TOURADAS NO TERREIRO DO PAÇO EM 1777"(1946, "DO CONVENTO DE NOSSA SENHORA DE JESUS"... E ainda lhe sobrou tempo para novo estudo em profundidade sobre outras freguesias - a de "SANTA CRUZ DA ALCÁÇOVA".
Ligado ao TURISMO, foi director de um "ANUÁRIO DE TURISMO PORTUGUÊS" e colaborou com a JUNTA DE TURISMO DA COSTA DO SOL.
Mas é de jornais que aqui especialmente se trata. E aí, MANUEL FERREIRA DE ANDRADE foi colaborador assíduo e prolífero. sem esgotar lista, podemos lembrar os seus escritos para o "DIÁRIO POPULAR", o  "DIÁRIO DA MANHÃ" e "O SÉCULO ILUSTRADO". Por outro lado não descurava os trabalhos para publicações especializadas em temas lisboetas, como a "REVISTA MUNICIPAL" ou "OLISIPO", ÓRGÃO DO GRUPO AMIGOS DE LISBOA. 
As inúmeras crónicas que foi publicando foram reunidas em vários livros, como "QUE DIFERENTE ÉS, LISBOA", "VELHA LISBOA"... Por tudo isto, mereceu o seu nome numa "RUA DE LISBOA" [ FINAL ]

BIBLIOGRAFIA

- ANUÁRIO RADIOFÓNICO PORTUGUÊS ano de 1936 e 1938 - Edição do "RADIO-SEMANAL DE ÀLVARO DE ANDRADE - Suplemento do "JORNAL DO COMÉRCIO E DAS COLÓNIAS - 1936 e 1938 - LISBOA.
- A TRAGÉDIA DA RUA DAS FLORES (Edição Ilustrada) - EÇA DE QUEIROZ- Edições Branco e Negro - 1980 - LISBOA.
- DICIONÁRIO BOTÂNICO - João Francisco Lopes - 1958 - LISBOA
- DICIONÁRIO DA HISTÓRIA DE LISBOA - Dirc. Francisco Santana e Eduardo Sucena - 1994 - LISBOA.
 - HISTÓRIA DA LITERATURA PORTUGUESA - A.J. SARAIVA - ÓSCAR LOPES - Editora Porto Editora - 17.ª. Ed. - 1996 - PORTO.
 - LIVRO DE ACTAS DA COMISSÃO MUNICIPAL DE TOPONÍMIA DE LISBOA - 1943 a 1974 - Ed. da CML e Comissão Municipal de Toponímia - Coord. de: Paula Machado, Teresa S. Pereira. Agostinho Gomes e Rui Pereira - 2000 - LISBOA.
 - OLHARES DE PEDRA - ESTÁTUAS PORTUGUESAS - Editor João Fragoso Mendes - 2004 - LISBOA.
 - PORTUGAL SÉCULO XX - PORTUGUESES CÉLEBRES - Coord. LEONEL DE OLIVEIRA - Circulo de Leitores - 2003 - LISBOA.
 - QUARTAS JORNADAS DE TOPONÍMIA DE LISBOA - CML - 2004 - LISBOA.

INTERNET

- TOPONÍMIA DE LISBOA
- WIKIPÉDIA


(PRÓXIMO)- «1.º DE DEZEMBRO - RESTAURAÇÃO DE PORTUGAL»
Enviar um comentário