quarta-feira, 5 de agosto de 2015

RUA AFONSO DOMINGUES [ I ]

«A RUA AFONSO DOMINGUES»
 Rua Afonso Domingues - (2007) - (Vista geral do "BAIRRO OPERÁRIO" onde está inserida a "RUA AFONSO HENRIQUES" com o "BAIRRO ERMIDA", nos terrenos da QUINTA DA CHUMBEIRA e mais a Sul o "BAIRRO AMÉRICA" de 1918 rasgado na  "QUINTA DAS MARCELINAS") in    GOOGLE EARTH
 Rua Afonso Domingues - ( 2007 ) - (Uma panorâmica do "BAIRRO OPERÁRIO" e a "RUA AFONSO DOMINGUES" no seu percurso. O BAIRRO estende-se até à Calçada dos Barbadinhos. A Rua começa na RUA DO MATO GROSSO a Sul e termina na curvatura que a Calçada dos Barbadinhos faz a Norte ao ligar-se à Rua dos Sapadores)  in   GOOGLE EARTH
 Rua Afonso Domingues - ( 2015 ) - (A RUA AFONSO DOMINGUES já a deixar o "Bairro Operário" e a entrar nos limites do "Bairro Ermida", muito próximo da Rua do Mato Grosso) in GOOGLE EARTH
 Rua Afonso Domingues - ( 2015 ) - ( A "RUA AFONSO DOMINGUES" vista para Norte, no cruzamento com a "Rua Pedro Alexandrino")  in   GOOGLE EARTH
 Rua Afonso Domingues - ( 1969 ) - Foto de autor não identificado - ( A "RUA AFONSO DOMINGUES", esquina com a "RUA DO MATO GROSSO")  in   AML 
 Rua Afonso Domingues - (1969) Foto de João H. Goulart  (Um troço da "RUA AFONSO DOMINGUES" no BAIRRO OPERÁRIO)  in   AML 
Rua Afonso Domingues - (1965.11.06) Foto de Armando Serôdio - (A "RUA AFONSO DOMINGUES" esquina com a "RUA CAPITÃO HUMBERTO DE ATAÍDE) in   AML 

RUA AFONSO DOMINGUES [ I ]

«A RUA AFONSO DOMINGUES»

A «RUA AFONSO DOMINGUES» pertencia à freguesia de "SANTA ENGRÁCIA", com a REFORMA ADMINISTRATIVA DE LISBOA DE 2012, e juntamente com as antigas freguesias da "GRAÇA" e "SÃO VICENTE DE FORA",  passou a denominar-se freguesia de «SÃO VICENTE».
Começa na RUA DO MATO GROSSO e termina na CALÇADA DOS DOS BARBADINHOS a Norte. É atravessada pela RUA DOS SAPADORES a Norte e pela RUA PEDRO ALEXANDRINO mais a Sul.  Tem como convergentes no seu lado direito a RUA CAPITÃO HUMBERTO DE ATAÍDE e a RUA DOS OPERÁRIOS.

Por deliberação Camarária de 8 de Julho de 1892 a RUA " F " do BAIRRO OPERÁRIO à CALÇADA DOS BARBADINHOS passou a designar-se «RUA AFONSO DOMINGUES», em homenagem ao grande Arquitecto "AFONSO DOMINGUES" natural da freguesia da "MADALENA" (hoje SANTA MARIA MAIOR), LISBOA e que viria a falecer em 1402.

Em finais do século XIX e início do século XX com a progressiva industrialização de LISBOA, o campo começa a dar lugar a novos espaços para a construção de novos BAIRROS.

Diz-nos "NORBERTO DE ARAÚJO" nas suas PEREGRINAÇÕES EM LISBOA em finais dos anos trinta do século passado que, para lá da "RUA DO VALE DE SANTO ANTÓNIO", para nascente, entre a RUA DOS SAPADORES e a CALÇADA DOS BARBADINHOS, podemos encontrar três BAIRROS POPULARES. " a urbanização do fim do século XIX: O BAIRRO OPERÁRIO, que de seu início, data de 1891, axadrezado regularmente, com três artérias na direcção poente-nascente, e três, mais curtas, na direcção Norte-Sul;" ( só para justificar os outros dois bairros) o BAIRRO ERMIDA, aberto em 1911 nos terrenos da QUINTA DA CHUMBEIRA, e o BAIRRO AMÉRICA de 1918 rasgado na QUINTA DAS MARCELINAS.

No entanto a "RUA AFONSO DOMINGUES" fazendo parte do "BAIRRO OPERÁRIO", ainda se prolonga pelo "BAIRRO ERMIDA", ficando tangencial com o "BAIRRO AMÉRICA", na parte de cima da "RUA WASHINGTON",

Devemos acrescentar que nestes BAIRROS e suas RUAS, foram municipalizadas e cedidas à Câmara Municipal de Lisboa por escritura de 1933.

Ao recordar estas velhas QUINTAS DE LISBOA, provavelmente antigas hortas, olivais, vinhas sem sepa de videira! Não chegamos a ter saudades delas, porque não chegámos a conhece-las. Mas admiramos o seu sacrifício. Por aqui e por ali ficam por vezes uma superfície verdejante, uma nora escondida atrás de uma casa, quatro pedras verticais que foram amparo de uma latada de uvas, dois palmos de horta, um telheiro, um poço, uma oliveira...afinal o eco do bucolismo apagado das terras de nossos avós. O resto, devorou-o a civilização. É o progresso que aí vem!

Nesta "RUA AFONSO DOMINGUES" não existem edifícios importantes, nem monumentos com muita história... tem sim, algum historial, o Arquitecto português que deu nome a esta RUA. Tendo-se distinguido como grande arquitecto na sua época. Esteve ligado a vários trabalhos de vulto, embora o mais famoso possamos apontar como sendo o do MOSTEIRO DA BATALHA ou MOSTEIRO DE SANTA MARIA DA VITÓRIA, cujo o nome está ligado desde 1387 até ao seu falecimento em 1402.

(CONTINUA)-(PRÓXIMO)«RUA AFONSO DOMINGUES [ II ] -HISTÓRIA DO MOSTEIRO DA BATALHA ( 1 )».

Enviar um comentário