quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

RUA PORTUGAL DURÃO [ I ]

«A RUA PORTUGAL DURÃO  E SEU ENVOLVIMENTO»
 Rua Portugal Durão - 2016 - (Final da "RUA PORTUGAL DURÃO" na parte a NORTE, com ligação à "Rua Soeiro Pereira Gomes")  in   GOOGLE EARTH 
 Rua Portugal Durão - (1966) Foto de João Hermes Cordeiro Goulart ( Prédio na "Rua Portugal Durão" provavelmente já demolido)  in   AML 
 Rua Portugal Durão - (1968) Foto de João H. Cordeiro Goulart ( Uma antiga casa na "RUA PORTUGAL DURÃO"   in   AML 
 Rua Portugal Durão - (2014) - (Panorâmica do "BAIRRO DA BÉLGICA" onde se insere a "RUA PORTUGAL DURÃO")    in   GOOGLE EARTH
 Rua Portugal Durão - ( 2014 ) - (A "RUA PORTUGAL DURÃO" vista de cima, no "Bairro da Bélgica")   in   GOOGLE EARTH
Rua Portugal Durão - ( Década de 20 do século XX ) - (ALBANO AUGUSTO PORTUGAL DURÃO, durante os seus tempos de Deputado)   in   WIKIPÉDIA an


RUA PORTUGAL DURÃO [ I ]

«A RUA PORTUGAL DURÃO E SEU ENVOLVIMENTO»

A «RUA PORTUGAL DURÃO» pertencia à freguesia de "NOSSA SENHORA DE FÁTIMA", hoje com a REFORMA ADMINISTRATIVA DE LISBOA DE 2012, passou a pertencer à freguesia das «AVENIDAS NOVAS». Começa na "RUA FILIPE DA MATA" no número 22 e finaliza na "RUA SOEIRO PEREIRA GOMES", é atravessada pela "RUA CARDEAL MACIER" e converge-lhe no seu lado esquerdo a "RUA GENERAL LEMAN.
Por sugestão da Comissão de Melhoramentos do "BAIRRO DA BÉLGICA", foi pedido à autarquia lisboeta em 10.05.1926, que fossem atribuídos neste BAIRRO topónimos alusivos à BÉLGICA, seguindo o exemplo do sucedido anos antes, como o BAIRRO DE INGLATERRA.   Assim por  EDITAL de 30 de Junho de 1926, "PORTUGAL DURÃO" passou a ser o topónimo das RUAS "C" e "G" do BAIRRO DA BÉLGICA, com a legenda "Insigne Colónial (1871-1925)".
O "BAIRRO DA BÉLGICA" exalta da sua toponímia a resistência dos seus heróis, à ocupação alemã no decorrer da "I GUERRA MUNDIAL"
Aquando da eclosão da "I GUERRA" em 1914, a BÉLGICA declarou-se neutral mas as tropas alemãs invadiram o país no dia 2 de Agosto, para surpreender o exército francês, e aí permaneceram ocupando a quase totalidade do país até que os aliados conseguiram a libertação do mesmo em Novembro de 1918.

«ALBANO AUGUSTO PORTUGAL DURÃO», nasceu na SERTÃ em 22.03.1871 e faleceu em LISBOA a 13.11.1925. Entrou para a ARMADA em 1887 e em 1918, já tinha o posto de "CAPITÃO-TENENTE". Durante a sua vida militar, participou em várias Campanhas por terras de ÁFRICA, como o reconhecimento dos territórios de MALANGE, NUMULIA e LOMUE, bem como desempenhou cargos civis de relevo, como o de Administrador dos TRANSPORTES MARÍTIMOS DO ESTADO e da COMPANHIA DA ZAMBÉZIA, para além de director de MINAS em TETE (Moçambique), e ainda, como membro do Conselho Fiscal do "BANCO INDUSTRIAL PORTUGUÊS".
Este Republicano membro do PARTIDO DEMOCRÁTICO foi MINISTRO DA AGRICULTURA, de 4 a 19 de Maio de 1921, no Governo de "BERNARDINO MACHADO", "MINISTRO DAS FINANÇAS", no governo de "ANTÓNIO MARIA DA SILVA", de 6 de Novembro a 26 de Agosto de 1922 e MINISTRO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS (ainda no 2º Governo de "ANTÓNIO MARIA DA SILVA") de 1 de Julho a 1 de Agosto de 1925.( 1 ).
"PORTUGAL DURÃO" foi também PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA, no período de 5 de Abril de 1923 até à sua morte.
Ainda no âmbito da participação de PORTUGAL na "I GUERRA MUNDIAL", "PORTUGAL DURÃO" foi vogal da "COMISSÃO EXECUTIVA DA CONFERÊNCIA DA PAZ", e foi agraciado com a comenda da ORDEM MILITAR DE AVIS (1919) ( 2 ).

( 1 ) - Centro de Estudos do Pensamento Político.
( 2 ) - Toponímia de LISBOA - CML.

(CONTINUA)-(PRÓXIMO)«RUA PORTUGAL DURÃO [ II ] -GRUPO AMIGOS DE LISBOA e JOAQUIM DURÃO(Mestre de Xadrez)». 
Enviar um comentário