sábado, 4 de fevereiro de 2017

RUA DA PALMA [ IV ]

«A RUA DA PALMA ( 3 )
 Rua da Palma  - (2016) - (A "RUA DA PALMA" no início do 2.º troço de alargamento para Norte, até ao HOSPITAL DO DESTERRO)  in  GOOGLE EARTH
 Rua da Palma - (2016) - (A "RUA DA PALMA" já no seu final, sentido Norte. À nossa esquerda podemos ver um edifício comprido, era neste espaço o "REAL COLISEU DE LISBOA (1887-1926), hoje a "GARAGEM  LIZ", possivelmente amanhã um Centro Comercial)  in GOOGLE EARTH
 Rua da Palma - (2016) -  (A "RUA DA PALMA" junto da "CALÇADA DO JOGO DA PÉLA" agora melhorada e com novos edifícios no seu percurso)  in  GOOGLE EARTH
 Rua da Palma - (1911) Foto de Joshua Benoliel - (Final da "RUA DA PALMA" anexos do HOSTIPAL DO DESTERRO que nessa época obrigavam o transito a passar pelo "LARGO DO INTENDENTE". O edifício na esquina de gaveto recebeu o prémio VALMOR) (ABRE EM TAMANHO GRANDE)  in  WIKIPÉDIA
 Rua da Palma - (195-) Foto de Judah Benoliel - ( A "RUA DA PALMA" e Praça Martim Moniz, depois das demolições)  (ABRE EM TAMANHO GRANDE)  in  AML 
Rua da Palma - (1951) Foto de Eduardo Portugal - ( Panorama da Praça Martim Moniz e RUA DA PALMA aquando das demolições)  (ABRE EM TAMANHO GRANDE)  in   AML 


(CONTINUAÇÃO) - RUA DA PALMA [ IV ]

«A RUA DA PALMA ( 3 ) »

O segundo troço da "RUA DA PALMA"  prolongou-se até ao INTENDENTE.
O primitivo troço desta RUA que não se rasgou, ia desde as traseiras da capela-Mor (Abside) da "IGREJA DE SÃO DOMINGOS" até à MURALHA DA CERCA FERNANDINA, abrindo para o terreiro que se chamava "JOGO DA PÉLA".

Este novo troço de RUA, aberto em 1858/1859, recebeu o nome de "RUA DA IMPRENSA", mas esta denominação durou apenas um ano, pois que, pelo EDITAL de 1 de Setembro de 1859, foi trocada em "RUA NOVA DA PALMA" e incorporada a nova artéria no primitivo troço da rua quinhentista que já tinha esse nome ( 1 ).
Em 1880 passou esta via pública, do extremo a chamar-se "RUA DA PALMA" ( 2 ).
Um dos edifícios que foi necessário demolir para a abertura do novo troço da RUA foi a ERMIDA DE NOSSA SENHORA DA GUIA, que durou apenas 100 anos.
Dava a "PORTA DA RUA DA RUA DA PALMA" saída para o sítio do "JOGO DA PÉLA", que, como se vê, é de denominação muito antiga, e de significação intuitiva.
A "CALÇADA DO JOGO DA PÉLA" é um alargamento da "RUA DA PALMA", no prolongamento do "LARGO DO MARTIM MONIZ para Oeste, subindo, em  escadaria até à RUA DO ARCO DA GRAÇA.
No Postigo da RUA DA PALMA começava a MURALHA DA CERCA a subir a encosta do "MONTE DE SANT'ANA" e prosseguia para poente, segundo um lanço rectilíneo, ao longo da actual "TRAVESSA DA PALMA" ( 3 ), antiga "RUA DAS PARREIRAS" ou da "PARREIRA", formando a Muralha, cuja directriz ainda se pode distinguir nitidamente, o lado Norte desta via pública. Neste lanço da Muralha estavam pegadas duas Torres. Felizmente que a nova intenção urbanística desse local deixou-nos visível uma parte desse conjunto de MURALHA). Chamava-se 1.º CUBELO DA MURALHA - o cubelo inferior ficava um pouco abaixo do ponto onde a actual "TRAVESSA DO ARCO DA GRAÇA" vai entroncar na "TRAVESSA DA PALMA".

Em meados do século XIX, com o grande aumento da população lisboeta, reconheceu-se a necessidade de abrir uma nova artéria no seguimento da "RUA NOVA DA PALMA",  o que se fez através de hortas do vale, desde o sítio do "JOGO DA PÉLA" até ao    "LARGO DO INTENDENTE PINA MANIQUE

- ( 1 ) - LISBOA de Lés-a-Lés, de Luís Pastor de Macedo, Volume III pag. 199.
- ( 2 ) - Deliberação Camarária de 18 de Maio e Edital de 8 de Junho de 1889.
- ( 3 ) - EDITAL de 8 de Junho de 1889.

(CONTINUA)-(PRÓXIMO)«RUA DA PALMA [V] O CRUZADO HENRIQUE DE BONA (1 )»

Enviar um comentário