sábado, 30 de setembro de 2017

TRAVESSA DO RECOLHIMENTO DE LÁZARO LEITÃO [ I ]

«O RECOLHIMENTO DE LÁZARO LEITÃO E SEU ENQUADRAMENTO»
 Trav. do Recolhimento de Lázaro Leitão - (1925) - Desenho de João Marques  -  Fachada do Recolhimento de Lázaro Leitão, segundo desenho de João Marques, inserto na obra de Artur Lamas: A CASA NOBRE DE LÁZARO LEITÃO)  in   CAMINHO DO ORIENTE I
 Trav. do Recolhimento de Lázaro Leitão - (Post. 1780) - Pormenor da Planta Topográfica da cidade de LISBOA, posterior a 1780, reconhecendo-se a a estrutura viária primitiva da "CALÇADA DA CRUZ DA PEDRA". Em primeiro plano o traçado da "TRAV. DO RECOLHIMENTO DE LÁZARO LEITÃO" as hortas que separavam o "CONVENTO DE SANTOS-O-NOVO")    in   CAMINHO DO ORIENTE I
 Trav. Do Recolhimento de Lázaro Leitão - (2016)  -  (PANORÂMICA DO SÍTIO DA "TRAV. DO RECOLHIMENTO DE LÁZARO LEITÃO", a "AVENIDA MOUZINHO DE ALBUQUERQUE" e o "CONVENTO DE SANTOS - O - NOVO")    in   GOOGLE EARTH
 Trav. do Recolhimento  de Lázaro Leitão - (2016)  -  (Panorâmica mais aproximada do RECOLHIMENTO DE LÁZARO LEITÃO, na freguesia de SÃO VICENTE, com entrada pela "RUA DE SANTA APOLÓNIA"  in   GOOGLE EARTH
Trav. do Recolhimento de Lázaro Leitão - (1966-08) Foto de João Hermes Cordeiro Goulart  -  (Prédio da Trav. do Recolhimento de Lázaro Leitão, alguns muito degradados. Ao fundo à esquerda o "RECOLHIMENTO" e o chafariz)   in   AML 

(CONTINUAÇÃO)  - TRAVESSA DO RECOLHIMENTO DE LÁZARO LEITÃO [ I ]

«O RECOLHIMENTO DE LÁZARO LEITÃO E SEU ENQUADRAMENTO»

A «TRAVESSA DO RECOLHIMENTO DE LÁZARO LEITÃO" pertencia à antiga freguesia de "SANTA ENGRÁCIA", hoje pela "REFORMA ADMINISTRATIVA DE LISBOA DE 2012", pertence à freguesia de «SÃO VICENTE». Começa na "RUA DE SANTA APOLÓNIA" no número doze e não têm saída para carros.
Após presença da Instituição logo marcou a toponímia do local, passando de "PÁTIO DOS BARBADINHOS" a "RECOLHIMENTO" ou do "RECOLHIMENTO DOS ANJOS". Mais tarde foi chamada de "RUA" e depois de "TRAVESSA DE LÁZARO LEITÃO" ficando actualmente com a designação de "TRAVESSA DO RECOLHIMENTO DE LÁZARO LEITÃO", em memória do seu fundador.
«LÁZARO LEITÃO ARANHA», filho de MANUEL LEITÃO ARANHA e de BRÁSIA DUARTE, nasceu em LISBOA na (freguesia da MADALENA hoje SANTA MARIA MAIOR) em 15.12.1678 e faleceu em LISBOA na freguesia das "MERCÊS", hoje freguesia da "MISERICÓRDIA" em 02.08.1767 tendo sido sepultado no "RECOLHIMENTO DE NOSSA SENHORA DOS ANJOS", que ele fundara.
Frequentou a UNIVERSIDADE DE COIMBRA e Doutorou-se em DIREITO CIVIL. Foi deputado do SANTO OFÍCIO, recebeu o hábito de CRISTO, foi desembargador da CASA DA SUPLICAÇÃO e DEPUTADO DA MESA DE CONSCIÊNCIA E ORDENS.
Foi principal primário da IGREJA PAROQUIAL, entre 1712 e 1718 integrou, como secretário da Embaixada enviada por D. JOÃO V ao PAPA CLEMENTE XI em 1712, que foi a ROMA requerer a divisão da cidade e a criação do PATRIARCADO.
Diz-nos "ARTUR LAMAS": "Considera provável que, ao regressar a LISBOA, tenha ido habitar na RUA CORDOARIA VELHA, onde que se saiba, morava em 6 de Novembro de 1719 e continuou a morar até que comprou o PALÁCIO à CRUZ DE PAU, (...) o que ocorreu em 1726".
Este PALÁCIO, situado diríamos hoje, no "LARGO DO CALHARIZ", é o mesmo em que faleceu, que foi posteriormente conhecido por "PALÁCIO SOBRAL" (ver mais aqui...) ( 1 ) e onde, remodelado, veio a instalar-se a "CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS".
Terá vivido ainda em casas de "ANTÓNIO VAZ COIMBRA", a SÃO SEBASTIÃO DA PEDREIRA. Teve uma magnifica casa de recreio na "RUA DA JUNQUEIRA", "CASA NOBRE DE LÁZARO LEITÃO" mandada edificar no ano de 1734 pelo Engº CARLOS MARDEL (ver mais aqui...), onde hoje podemos encontrar instalada a "UNIVERSIDADE LUSÍADA".
Nesta local do RECOLHIMENTO que em tempos se chamou de "SANTA MARIA DO PARAÍSO" é que assentou, depois da transferência de SANTOS ao poente de LISBOA, a primitiva "CASA DAS COMENDADEIRAS DE SÃO TIAGO", ditas de SANTOS-O-NOVO, casa que D. JOÃO II lhes determinara e que se construiu, embora pequenas por sinal, para tão Nobres hóspedes. Em 22 de Julho de 1689 entraram para elas os "BARBADINHOS ITALIANOS" sendo Procurador e Fundador deste hospício o  "PADRE PAULO DE VARACE", pregador e missionário que tinha sido em ANGOLA.
A casa era do início do século XV e foi comprada depois às COMENDADEIRAS por D. JOÃO V para que os frades se sentissem em "sua casa" passando as religiosas de S. TIAGO para o seu grande e novo Convento contíguo, além da Horta, actual "CONVENTO DE SANTOS-O-NOVO". 

- ( 1 ) -  PALÁCIO SOBRAL - Mandado construir entre 1770 e 1780 por JOAQUIM IGNÁCIO DA CRUZ SOBRAL, 1º Administrador do vinculo dos SOBRAIS, nasceu da compra de um velho prédio, propriedade de "D. LÁZARO LEITÃO ARANHA" rico e erudito "PRINCIPAL DA SÉ", que neste lugar fez reunir a famosa "ARCADA" em (1764).

(CONTINUA)-(PRÓXIMA)«TRAVESSA DO RECOLHIMENTO LÁZARO LEITÃO[ II ]-DA CASA DOS BARBADINHOS E COMENDADEIRAS, À COMPRA DO RECOLHIMENTO»
Enviar um comentário