sábado, 21 de outubro de 2017

TRAVESSA DO RECOLHIMENTO LÁZARO LEITÃO [ VII ]

«AINDA DO TESTAMENTO E NOVAS INSTITUIÇÕES SOCIAIS»
 Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão -  (2013)  -  (Placa Toponímica TIPO II da Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão na freguesia de SÃO VICENTE, colocada na esquina da fachada do "PALÁCIO PANCAS-PALHA")   in    QUATRO ALMAS
 Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão -  (2016)  -  Panorâmica do sítio da "Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão" podemos ainda ver o Convento das Comendadeiras de Santos-o-Novo e a "Avenida Mouzinho de Albuquerque" que atravessa a "Calçada da Cruz da Pedra", passa sobre a Linha-Férrea e liga com a Avenida Infante Dom Henrique)   in  GOOGLE EARTH
 Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão - (2016)  -  (O novo "CENTRO DE REABILITAÇÃO NOSSA SENHORA DOS ANJOS", no antigo "RECOLHIMENTO")   in   GOOGLE EARTH
 Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão - (2016)  -  (Um troço da "Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão, na freguesia de "SÃO VICENTE")  in   GOOGLE EARTH
Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão - (1959) Foto de Armando Maia Serôdio  -  (O antigo "ARCO" na Travessa do Recolhimento Lázaro Leitão, que funcionava como passagem para as hortas da Instituição)    in     AML

(CONTINUAÇÃO) - TRAVESSA DO RECOLHIMENTO LÁZARO LEITÃO [ VII ]

«AINDA DO TESTAMENTO E NOVAS INSTITUIÇÕES SOCIAIS»

O TESTAMENTO de "LÁZARO LEITÃO"  é, a vários títulos, merecedor de uma atenção muito peculiar. Destaque-se o interesse que demonstrava pela CIDADE DE LISBOA nele revelado e mencionado: "todos os mapas, entre os quais os de LISBOA feitos pelo Engenheiro "MAYA" o qual talvez seja único, e mereça estimação. Todos os riscos, papeis impressos e manuscritos e existe entre eles um projecto meu sobre a reedificação de LISBOA utilíssimo". Fosse ou não "Utilíssimo", esse projecto ficou no CARTÓRIO DO RECOLHIMENTO.
Diz-nos "ARTUR LAMAS" autor do livro "A CASA-NOBRE DE LÁZARO LEITÃO no sítio da JUNQUEIRA, LISBOA, 1925", resumindo assim o seu conteúdo: "(...) enumera os defeitos principais da antiga cidade e corrige-os da seguinte forma (...). 1.º Defeito: sendo a vista do mar a mais deliciosa, pelo concurso de naus, contínua navegação de embarcações pequenas e alegres, vista dos verdes montes da "OUTRA BANDA", não podia o público nem o particular, gozar dessa deliciosa vista desde a "TENENCIA" até ao "FORTE DE ALCÂNTARA", por não haver em toda essa distância Rua, Praça, nem PASSEIO PÚBLICO  onde ela se pudesse gozar, sendo preciso subir ao "MONTE DE SANTA CATARINA" ou ao adro das CHAGAS para se admirar essa bela perspectiva , pois todo o mais estava ocupado com casas ou com impedimentos de oficinas e armazéns que a perturbavam. 2.º Defeito: na grande distância da "TENENCIA" até ALCÂNTARA não havia  nenhuma RUA LARGA sobre o mar aonde se formasse um passeio para os dias alegres e frescos se usar dele, como havia em outras cidades tais como NÁPOLES e MESSINA (...)". ( um parêntese para uma nota de comparação: Esta ideia terá sido eventualmente aproveitada no século XXI, pela edilidade de OEIRAS para valorização do seu "PASSEIO MARÍTIMO" com a construção do "PAREDÃO" entre ALGÉS a finalizar na praia da TORRE em OEIRAS)?  E assim por diante "LÁZARO LEITÃO" chegou até ao 7.º Defeito, que não transcrevemos para não se tornar muito fastidioso, e ficamos por aqui.

Voltamos ao RECOLHIMENTO, que em 07.11.1945 foi integrado no "INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA AOS INVÁLIDOS", destinado a acolher viúvas ou filhas solteiras de oficiais e de altos funcionários do ESTADO.

No dia 02.02.1955, foi inaugurado o "LAR DE NOSSA SENHORA DOS ANJOS", como sendo um "CENTRO DE TRABALHO" para raparigas cegas que funcionava como uma dependência do ASILO DE VELHOS DE MARVILA(Ver mais aqui...).

Em 27.05.1962 deu lugar ao "CENTRO DE REABILITAÇÃO Nª. Srª. DOS ANJOS" para deficientes visuais com cegueira recente. Norteado por um modelo de intervenção de vanguarda, implementado por um perito americano em reabilitação de cegos, enviado pelo "BUREAU INTERNATIONAL DU TRAVALI", que permaneceu em PORTUGAL 18 meses dando formação e organizando a estrutura de funcionamento do CRNSA.

Em 2012 o "CRNSA" celebrou 50 anos a apoiar pessoas com cegueira e baixa visão. A 10 de Abril de 2017, com o patrocínio contínuo da SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LISBOA, esteve uma equipa de reportagem da RTP a acompanhar o trabalho que se faz diariamente  no CRNSA.
De então até agora o antigo "RECOLHIMENTO" não deixou de guardar o destino que lhe foi dado há cerca de 270 anos, embora perdesse o seu carácter religioso, mas continua como SERVIÇO SOCIAL. [ FINAL ]

BIBLIOGRAFIA

- ATLAS DA CARTA TOPOGRÁFICA DE LISBOA - Sob a Direcção de FILIPE FOLQUE-1856-1858-CML - 2000 - LISBOA
- BELÉM - REGENGO DA CIDADE - Coord. de MARIA DO ROSÁRIO SANTOS 
BONNEVILLE - ED. ASA- CML 1990 - LISBOA.
- CAMINHO DO ORIENTE-GUIA HISTÓRICO - VOLUME I de José Sarmento de Matos e Jorge Ferreira Paulo - Livros Horizonte - 1999 - LISBOA.
- DICIONÁRIO DA HISTÓRIA DE LISBOA - Direcção de Francisco Santana e Eduardo Sucena - 1994 - LISBOA.
- DOM JOÃO V (REI DE PORTUGAL) de Maria Beatriz Nizza da Silva - Colecção Reis de Portugal - Círculo de Leitores - 2006 - LISBOA.
- HISTÓRIA DOS MOSTEIROS, CONVENTOS E CASAS RELIGIOSAS DE LISBOA - TOMO II - CML -  1972 - LISBOA.  

INTERNET

- CML 
- CORREIO DA MANHÃ
- PAIXÃO POR LISBOA (Blogue) 


(PRÓXIMO)«RUA BARTOLOMEU DIAS[ I ]-A RUA BARTOLOMEU DIAS E SEU ENQUADRAMENTO»

Sem comentários: