quarta-feira, 10 de outubro de 2018

RUAS COM NOMES DE JORNALISTAS (5.ª SÉRIE) [ II ]

«RUA ALBERTO DE OLIVEIRA»
 Rua Alberto de Oliveira - (2015)  Foto de Sérgio Dias  -  (A RUA ALBERTO DE OLIVEIRA na freguesia de ALVALADE)    in   TOPONÍMIA DE LISBOA
 Rua Alberto de Oliveira - (08 de Maio de 2015) -  (Foto do Jornalista "ALBERTO DE OLIVEIRA" publicado na Revista ILUSTRAÇÃO PORTUGUESA de 16 de Novembro de 1903)  in  TOPONÍMIA DE LISBOA   
 Rua Alberto de Oliveira - (2000)  -  ( O portuense Jornalista "ALBERTO DE OLIVEIRA deu nome a uma RUA DE LISBOA na freguesia de ALVALADE)    in    ARQUIVO/APS
Rua Alberto de Oliveira - (1963)  Foto de Armando Maia Serôdio  -  (Antigo Palácio dos Coruchéus, depois Biblioteca dos Coruchéus em ALVALADE na RUA ALBERTO OLIVEIRA na posse da CML desde 1945   CML) (ABRE EM TAMANHO GRANDE)   in   AML 

(CONTINUAÇÃO)-RUAS COM NOMES DE JORNALISTAS (5.ª SÉRIE) [ II ]

«A RUA ALBERTO DE OLIVEIRA»

Cedo os Jornais se aperceberam da necessidade de recorrer à Ilustração. ganhando com isso dupla vantagem; por um lado tornavam mais real a notícia, por outro, aformoseavam as páginas  cortando a uniformidade do texto como a forma atractiva dos desenhos ou das fotografias.
Assim, nesta ronda que vimos fazendo pelas RUAS DE LISBOA, que ostentam nomes de gentes dos jornais, é tempo de falar de um artista que ficou ligado às publicações com se de verdadeiro se tratasse. E afinal, mesmo que não tenha possuído a carteira profissional que como tal o identificasse, não deixou de ser tão indispensável numa redacção como o mais profundo dos editores.
A "RUA ALBERTO DE OLIVEIRA" pertencia à freguesia do "CAMPO GRANDE", hoje pela REFORMA ADMINISTRATIVA DE LISBOA EM 2012, passou a pertencer à freguesia de "ALVALADE". Tem o seu início na "RUA ANTÓNIO PATRÍCIO  e finaliza na "AVENIDA DA IGREJA". É atravessada pela "RUA FERNANDO PESSOA" e no lado direito são-lhe convergentes as RUAS: "BERNARDA FERREIRA DE LACERDA" e "EDUARDO VIDAL".
Por EDITAL MUNICIPAL de 19 de Julho de 1948 na RUA Nº. 5 do sítio de ALVALADE ligando-se ao percurso lisboeta por aqui ter sido o pintor no "ATELIER" Nº.1 do PALÁCIO DOS CORUCHÉUS" na década de setenta do século XX.
Foi consagrado na Toponímia de LISBOA este escritor (aquele que foi um homem dos sete ofícios), arranjando ainda tempo para escrever em jornais.
"ALBERTO DE OLIVEIRA" nasceu no PORTO em 16 de Novembro de 1873 e faleceu em 23.04.1940 também no PORTO. Formou-se em DIREITO  em COIMBRA, tendo ingressado na carreira diplomática, representou PORTUGAL em vários pontos do Mundo, tendo fechado esse "péripto"( do Latim periplu-) com o posto de Embaixador em LONDRES.
A sua paixão era, porém, a escrita.
Foi poeta e escritor com certa notoriedade. dele se conhecem, por exemplo obras poéticas como "COIMBRA AMADA", " NOVOS SONETOS" ou "POEMAS DE ITÁLIA". Deixou também ensaios, recolhidos em " PALAVRAS LOUCAS" (1894) as "CARTAS DA ÚLTIMA HORA", publicadas dois anos antes na "REVISTA DE PORTUGAL" de "EÇA", ou textos de doutrinação, incluídos neste  volume. Foi, porém, assíduo das redacções de múltiplos jornais. Assim, encontram-se textos seus no "DIÁRIO DE NOTÍCIAS", no "O SÉCULO", "O PAÍS", "JORNAL DO COMÉRCIO", "JORNAL DE NOTÍCIAS (PORTO). "O PRIMEIRO DE JANEIRO"(PORTO).
Mas logo no princípio da sua vida activa se deixara tentar pelo fascínio das publicações periódicas, ao colaborar com o poeta "ANTÓNIO NOBRE" na feitura da revista "BOÉMIA NOVA".  

(CONTINUA)-(PRÓXIMO)«RUAS COM NOMES DE JORNALISTAS(5.ª Série)[ III ]RUA ALBERTO OSÓRIO DE OLIVEIRA»
Enviar um comentário